Eleição de novo premiê provoca tumulto na Tailândia

Seguidores do ex-primeiro-ministro atiraram pedras e tijolos nas janelas do Parlamento

Agências internacionais,

15 de dezembro de 2008 | 04h53

A eleição do líder do Partido Democrata e da oposição, Abhisit Vejjajiva, ao cargo de primeiro-ministro da Tailândia, provocou tumulto no país nesta segunda-feira. Veja também:Abhisit Vejjajiva é eleito novo premiê da Tailândia Cerca de 200 seguidores do ex-premiê, Thaksin Shinawatra, bloquearam o acesso ao Parlamento e atiraram pedras e tijolos nas janelas do edifício e em carros de alguns deputados, especialmente os que votaram em Vejjajiva. Os seguidores de Shinawatra são conhecidos como "camisetas vermelhas". Agentes de segurança protegem o prédio. Vejjajiva, de 44 anos e educado em Oxford, obteve 234 votos contra 198 do líder do Puea Pandin (Patriótico), Pracha Promnok, cuja candidatura era defendida pelos seguidores de Shinawatra. A sessão para eleger o primeiro-ministro começou às 10 horas (1 hora de Brasília) e Vejjajiva superou seu rival desde o princípio da votação. Promnok, ex-chefe da Polícia, felicitou Vejjajiva, que é o terceiro primeiro-ministro eleito pela Tailândia em menos de um ano e que deverá solucionar a crise que culminou no final do mês passado com a tomada dos dois aeroportos de Bangcoc por parte dos manifestantes contra o governo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.