Eleição em Bangcoc é marcada por disputa nacional

Os eleitores de Bangcoc vão às urnas neste domingo para eleger o prefeito da cidade, em uma eleição ofuscada por um conflito político que divide a Tailândia nos últimos oito anos. A votação é a primeira desde 2010, quando a cidade, de 10 milhões de habitantes, foi paralisada por nove semanas de protestos contrários ao governo que deixaram pelo menos 90 pessoas mortas e 1,7 mil feridos.

Agência Estado

02 de março de 2013 | 16h44

A capital é um dos poucos locais onde o Partido Democrático é mais forte que o Pheu Thai, da primeira-ministra Yingluck Shinawatra, em função dos eleitores de classe média. Os democratas governam a cidade há noves anos, mas agora se veem em uma disputa apertada com o Pheu Thai, que pode determinar a relevância do partido no cenário nacional.

O democrata Sukhumbhand Paribatra disputa seu segundo mandato, após ter renunciado em janeiro para poder se dedicar à campanha, e enfrenta o carismático Pongsapat Pongcharoen. Diferentemente das outras 76 províncias da Tailândia, Bangcoc é uma zona administrativa especial e o prefeito é eleito diretamente para um mandato de quatro anos. Mais de 4,3 milhões de pessoas poderão votar neste domingo. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.