Eleição em Portugal deve manter socialistas no poder

Os portugueses vão às urnas hoje em eleição parlamentar que, segundo as pesquisas, manterá o Partido Socialista no poder apesar de o desemprego no país ter atingido seu maior nível em mais de 20 anos. As últimas pesquisas indicam que os socialistas ganharão a eleição de hoje com 38% dos votos, contra 30% para os sociais democratas. Portugal tem cerca de 9,4 milhões de eleitores e o resultado da votação deverá ser divulgado hoje à noite.

AE-AP, Agencia Estado

27 de setembro de 2009 | 12h45

Os socialistas de centro-esquerda atribuem os problemas econômicos de Portugal à crise global e prometem realizar grandes obras públicas para estimular o crescimento. O líder socialista e primeiro-ministro, José Sócrates, também promete manter reformas econômicas e sociais que têm sofrido oposição, em especial das lideranças sindicais.

O Partido Social Democrata, de centro-direita e principal agremiação oposicionista, afirma que as obras públicas endividarão as futuras gerações. Sua proposta é facilitar os empreendimentos do setor privado através de incentivos fiscais, entre outras medidas.

O produto interno bruto de Portugal despencou 3,7% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado e o desemprego ultrapassa 9%, o que significa que cerca de 500 mil portugueses estão em busca de trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:
Portugaleleiçõespesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.