Eleição na Costa Rica terá recontagem de votos

O Tribunal Supremo Eleitoral da Costa Rica ordenou na segunda-feira a recontagem manual dos votos da eleição presidencial após a primeira rodada de votação resultar em uma disputa acirrada entre os candidatos.

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2014 | 04h40

O presidente do TSE da Costa Rica, Luis Antonio Sobrado, disse que os resultados já foram registrados em 6.000 dos 6.515 postos para votação no país. Os últimos números mostram Johnny Araya, do Partido Liberação Nacional, com 29,6% dos votos, logo atrás de Luis Guillermo Solís, do Partido Ação Cidadã, com 30,9% dos votos.

Sobrado esclareceu que, sob as leis eleitorais da Costa Rica, essa pequena diferença exige uma recontagem manual. Após a recontagem, o segundo turno provavelmente ocorrerá em 6 de abril, informou. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Costa Ricaeleiçãopresidencial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.