Eleição parlamentar transcorreu normalmente na Estônia

As eleições parlamentares realizadas na Estônia neste domingo, 4, transcorreram em absoluta calma e com alta participação e os votos já estão sendo apurados, informaram as autoridades eleitorais do país.Segundo informações preliminares, a participação no pleito foi de 61%, três pontos percentuais acima da registrada nas legislativas anteriores, de 2003. São as primeiras eleições após o ingresso do país na União Européia e na Otan.No total, 970 candidatos de 11 formações políticas e sete candidatos independentes disputam as 101 cadeiras do Riigikogu, o Parlamento unicameral estoniano.Todas as pesquisas apontam que a atual coalizão no poder, integrada pelo centro-esquerdista Partido do Centro, o centro-direitista Partido das Reformas e a União do Povo, deve renovar seu mandato para formar o gabinete de Ministros. A principal incógnita do pleito é se o Partido de Centro, que aparece em primeiro nas pesquisas, obterá o apoio suficiente para levar seu líder, Edgar Savisaar, ao cargo de primeiro-ministro, atualmente ocupado por Andrus Ansip.Soma-se a este fato a dúvida sobre se o Partido Constitucional da Estônia, que representa os interesses da importante minoria de fala russa, conseguirá os 5% necessários para ter representação no Riigikogu.Às vésperas das eleições, os líderes dos principais partidos políticos deixaram abertas todas as opções para a formação da coalizão do governo, cuja configuração começará ser estudada após a divulgação dos resultados das urnas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.