Eleição presidencial da Costa Rica deve ter 2º turno

A definição do próximo presidente da Costa Rica deverá ser em segundo turno. O Tribunal Supremo Eleitoral do país sinalizou que com 69% dos votos contabilizados, ou 1.431.962 votos, menos de 1% separava o primeiro do segundo colocado.

AE, Agência Estado

03 de fevereiro de 2014 | 03h49

O candidato do Partido Ação Cidadã, Luis Guillermo Solís, detinha 30,6% dos votos, enquanto o presidenciável do Partido Liberação Nacional, Johnny Aray, somou 29,8% dos votos.

Se nenhum dos candidatos conquistar 40% do total de votos, a eleição deve ser resolvida em um segundo turno previsto para 6 de abril. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
costa ricaeleiçãopresidencial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.