Eleição presidencial na Croácia terá 2º turno

Após apuração de 80% os votos, o atual presidente, Ivo Josipovic, alcançou 39,11% dos votos, enquanto Kolinda obteve 36,73%

Efe

28 de dezembro de 2014 | 19h24

ZAGREG - Os resultados oficiais das eleições presidenciais realizadas neste domingo na Croácia confirmam que haverá segundo turno entre o atual presidente, o moderado Ivo Josipovic, e candidata conservadora Kolinda Grabar-Kitarovic.


Segundo os dados da comissão eleitoral estatal, após apuração de 80% os votos, o favorito Josipovic alcançou 39,11% dos sufrágios, enquanto Kolinda obteve 36,73%, estreitando a distância de 10% prevista nas enquetes pré-eleitorais. O segundo turno está previsto para ser realizado em 11 de janeiro.


Ivan Sincic (16,9% dos votos), líder de um movimento contra os despejos de inquilinos, e Milan Kujundzic (5,7% dos votos), líder de um agrupamento direitista, estão fora da corrida presidencial.


"Será interessante ver quem irá obter os votos de Sincic", declarou a porta-voz de Ivo Josipovic, antecipando a ajustada disputa para o segundo turno.


Ivo Josipovic, candidato de centro-esquerda e atual presidente do país, é um político moderado e conciliador, assim como renomado jurista, músico de prestígio, e agnóstico declarado em um país de profunda fé católica.


A aspirante a se transformar em primeira presidente do país, a conservadora Kolinda Grabar-Kitarovic, foi ministra das Relações Exteriores da Croácia e atualmente é secretária-geral adjunta para assuntos da Diplomacia Pública na Otan.


A chefia de Estado na Croácia é um cargo protocolar, mas de grande prestígio que é exercido em mandatos de cinco anos de duração.

Mais conteúdo sobre:
Croáciaeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.