Eleição primária foi remarcada para o dia 25

A eleição primária da cidade de Nova York, quando os eleitores escolheriam os candidatos do Partido Democrata e do Republicano que vão disputar o cargo de prefeito, foi remarcada para o dia 25.O pleito seria na terça-feira, quando ocorreu o atentado terrorista. Caso nenhum candidato do Partido Democrata consiga 40% dos votos, um segundo turno vai ser realizado em 11 de outubro.O candidato Mark Green teria 28% dos votos da primária, de acordo com uma pesquisa anterior à tragédia.Fernando Ferrer (atual presidente do distrito do Bronx) teria 20%, Peter Vallone (vereador) e Alan Hevesi (uma espécie de secretário de Finanças da cidade) teriam cada um 14%.Os indecisos são 24% dos 2,4 milhões de eleitores democratas. Green é atualmente o "public advocate" da cidade, uma espécie de representante dos interesses do povo na prefeitura, um "defensor público" eleito.No Partido Republicano, o candidato certo é o bilionário Michael Bloomberg, dono do império de informação financeira com seu nome. Ele disputa a prévia do partido com Herman Badillo, mas tem mais de 75% dos votos garantidos, de acordo com pesquisas recentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.