Eleições gerais espanholas marcadas para 14 de março

A Espanha marcou para 14 de março as eleições gerais no país, informou o governo. O primeiro-ministro José María Aznar presidirá sua última reunião de gabinete em 19 de janeiro. Depois disso, pedirá ao rei Juan Carlos a dissolução do Parlamento para abrir caminho para o pleito, informou Eduardo Zaplana, porta-voz do governo.Aznar, primeiro-ministro espanhol desde 1996, não concorrerá. O Partido Popular (PP), ao qual pertence o primeiro-ministro, tentará manter-se no poder tendo à frente o candidato Mariano Rajoy, ex-vice de Aznar e atual presidente do conservador PP.O oposicionista Partido Socialista terá à frente o candidato Jose Luis Rodriguez Zapatero. Os eleitores escolherão 350 deputados para a câmara baixa do Parlamento. Recentes pesquisas apontam Rajoy e o PP como preferidos pelos eleitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.