Eleições haitianas devem ir para o segundo turno

Com praticamente 75% dos votos apurados, o candidato haitiano Rene Préval tem 49,6%, o que o levaria para a disputa do segundo turno, segundo dados divulgados neste domingo. Seu adversário provavelmente será o ex-presidente Leslie Manigat, que tem 11,6% dos votos.O governo, temendo protestos, pediu calma à população. Apesar disso, milhares de simpatizantes de Préval saíram às ruas para exigir que ele seja empossado. Eles pressionavam para que a posse fosse anunciada ainda neste domingo.Um comunicado oficial, assinado pelo presidente do CEP, Max Mathurin, e divulgado pela Televisão Nacional, prometeu a divulgação dos resultados para "domingo à noite".Os manifestantes percorreram o bairro de Delmas, no norte da periferia de Porto Príncipe, até chegar à sede do Conselho Eleitoral Provisório (CEP), onde aclamaram Préval, presidente do país entre 1996 e 2001, com gritos de "Comunicado: Préval presidente". Depois se dirigiram ao centro da capital para comemorar em frente ao palácio presidencial.A polícia e os "capacetes azuis" da ONU não foram vistos nos locais das manifestações.Préval, que está em sua residência em Marmelade, no norte do país, declarou neste domingo à imprensa que fará um governo de "transição" e que seu principal objetivo é "a segurança e a paz" para atrair investimentos ao país.Leslie Manigat, do Agrupamento dos Democratas Nacionais Progressistas (RDNP) obtém 11,72% e o independente Charles Baker permanece na terceira posição na disputa pela presidência, com 8,02% dos votos apurados, segundo os resultados parciais do CEP.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.