Eleições motivam tiroteio que mata 11 na Índia

Rebeldes maoistas aumentam ataques com o objetivo de boicotar eleições legislativas indianas

Efe

13 de abril de 2009 | 03h21

Pelo menos sete agentes de segurança e quatro supostos maoistas morreram em um tiroteio registrado no leste da Índia, segundo informou a polícia nesta segunda-feira, 13.

 

O fato aconteceu no domingo, 12, à noite no distrito de Koraput, situado no estado de Orissa, quando uma centena de rebeldes armados atacaram uma mina pública de bauxita na localidade de Panchpatmali, segundo uma fonte policial citada pela agência indiana Ians.

 

Os agressores também atacaram um acampamento próximo da Força Central de Segurança Industrial, o que iniciou um confronto armado.

 

Nos últimos dias as atividades dos insurgentes maoistas recrudesceram, que tornaram pública sua intenção de boicotar as eleições legislativas indianas, cujo começo está previsto para esta quinta-feira, 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.