Reuters
Reuters

Eleições municipais em Cuba são adiadas após passagem do Sandy

Duas cidades foram atingidas pelo ciclone e terão de adiar a votação; ao menos 11 pessoas morreram

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2012 | 16h09

HAVANA - As eleições municipais em duas cidades no leste de Cuba foram adiadas devido à passagem da tempestade Sandy. De acordo com as autoridades do país, as cidades de Santiago e Holguín foram fortemente afetadas, por isso a votação não acontecerá mais neste domingo, data das eleições no restante do país.

O Sandy atingiu o leste de Cuba no dia 26 de outubro, atravessando três províncias antes de rumar para as Bahamas. Os moradores de Holguín irão às urnas no dia 11 de novembro. Já a data das eleições em Santiago ainda será anunciada pelo governo municipal.

O furacão passou pela região do Caribe com categoria 2. Dados oficiais reportam que 11 pessoas morreram em Cuba e 200 mil casas foram danificadas, a maioria em Holguín e Santiago.

Segundo a agência de notícias cubana Prensa Latina, 40 mil pessoas ficaram sem telefonia no país, mas os serviços estão sendo restaurados aos poucos. Em Holguín, 73% das pessoas já tiveram a eletricidade restabelecida. Em Santiago, o serviço de ônibus e o aeroporto internacional reabriram ontem. Santiago é a segunda maior cidade de Cuba.

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.