Eleições na Bósnia transcorrem em calma

A eleição geral deste sábado na Bósnia-Herzegovina transcorreu em calma e seguiu os padrões democráticos internacionais, informaram observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).Cerca de 2,3 milhões de pessoas estavam habilitadas a ir às urnas para eleger o Parlamento Federal das duas entidades que formamo país - a República Sérvia da Bósnia e a Federação Muçulmano-Croata - , os presidentes do Estado e da República Sérvia e os líderes de dez cantões.Embora não tenham ocorrido incidentes, a participação do eleitorado foi baixa: apenas 40% votaram. A apuração deve encerrar-se neste domingo à tarde. As pesquisas indicam o fortalecimento dos partidos nacionalistas muçulmanos, sérvios e croatas.O crescimento dos grupos defensores da separação étnica é resultado do empobrecimento da região, segundo diplomatas e analistas dapolítica local.Estas foram as sextas eleições gerais do país desde o fim da guerra civil (1992-1995) e as primeiras organizadas completamente pelas autoridades locais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.