Eleições no Japão têm recorde de votação antecipada

Até a sexta-feira, 10,94 milhões de japoneses já tinham votado, entre eles os dois principais candidatos

EFE,

29 de agosto de 2009 | 23h38

A votação antecipada nas eleições realizadas ao longo desde domingo, 30, no Japão obteve, até a sexta-feira, quase 11 milhões de sufrágios (10,49%), um recorde histórico, informou o Ministério de Interior japonês.

 

Após 54 anos, frustração pode levar oposição ao poder no Japão

 

Nas últimas eleições gerais, realizadas em setembro de 2005, 8,96 milhões de japoneses exerceram seu direito ao voto antecipado, mas, nas eleições deste ano espera-se que o número supere os 12 milhões, já que os dados divulgados pelo governo não incluem os sufrágios emitidos durante o sábado, segundo a agência Kyodo.

 

Até a sexta-feira, 10,94 milhões de japoneses já tinham votado, entre eles os dois principais candidatos, o opositor Yukio Hatoyama e o atual primeiro-ministro, Taro Aso.

 

Desde que o sistema de voto antecipado começou a funcionar em 2004, nunca se tinha registrado um número tão elevado de sufrágios, uma amostra de que a participação nas eleições será também mais alta que os 67,5% de 2005.

 

Um total de 104,34 milhões de japoneses está registrado para votar nestas eleições que, segundo as enquetes, tirarão o Partido Liberal-Democrata (PLD) do poder, ocupado a mais de meio século pela formação.

 

Os 53 mil colégios ficarão abertos das 7h às 20h locais (19h às 8h, no horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.