Eleições presidenciais geram violência na capital de Serra Leoa

Dezenas ficam feridas em confrontos entre apoiadores de partidos rivais; eleição é semana que vem

KATRINA MANSON, REUTERS

01 de setembro de 2007 | 16h43

Dezenas de pessoas ficaram feridas emconfrontos de rua entre apoiadores de partidos rivais nacapital de Serra Leoa, Freetown, neste sábado, antes da eleiçãopresidencial na próxima semana. A polícia lançou gás lacrimogêneo para tentar controlar osconfrontos perto do escritório da sigla governante, o Partidodo Povo de Serra Leoa (SLPP, na sigla em inglês), ocorrido apósvários dias de violência no interior do país. Um repórter da Reuters viu cerca de 20 pessoas feridassendo levadas em uma van da polícia para um hospital. O surto de violência ocorre em meio aos pedidos de calmafeitos por observadores internacionais antes da eleição dopróximo sábado, que é vista como um teste para Serra Leoa apósuma guerra civil (1991-2002) que matou mais de 50 mil pessoas. A polícia disse que montou bloqueios na principal avenidada cidade, separando os dois grupos rivais. Gangues de jovensgritando slogans do SLPP andaram pela cidade carregando pedaçosde pau Em uma reunião nesta sábado, o candidato da SLPP, ovice-presidente Soloman Berewa, e o oposicionista Ernest BoiKoroma, que venceu o primeiro turno em 11 de agosto,concordaram em promover uma marcha pela paz na segunda-feira,em um esforço para acabar com tensões políticas. (Reportagem adicional de Daniel Flynn)

Tudo o que sabemos sobre:
SLEOAVIOLENCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.