Eleitores checos elegem presidente pela 1ª vez

Pela primeira vez na história da República Checa, os cidadãos do país elegerão o presidente por voto popular e devem escolher entre nove candidatos para substituir Vaclav Klaus. Ex-primeiros-ministros, o atual ministro de Relações Exteriores, parlamentares, uma atriz e um artista cujo corpo é todo tatuado estão na disputa pelo cargo, que tem caráter cerimonial.

AE, Agência Estado

11 de janeiro de 2013 | 13h01

O ex-premiê de esquerda Milos Zeman e Jan Fischer, que liderou um governo interino entre 2009 e 2010, são os favoritos na corrida presidencial, segundo as pesquisas. Os cidadãos poderão ir às urnas entre hoje e amanhã para escolher o candidato favorito.

Se nenhum dos candidatos conseguir a ampla maioria - um cenário provável - os dois concorrentes com maior número de votos enfrentarão um segundo turno daqui a duas semanas. O segundo e último mandato de cinco anos de Klaus acaba no dia 7 de março. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
República Checaeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.