Elite política elege Leung Chun-Ying em Hong Kong

Um ex-membro do gabinete de Hong Kong foi escolhido neste domingo pela elite política local como o novo líder desse centro financeiro do sul da China, o que agradou ao governo chinês e também à opinião pública depois de uma campanha acirrada. Leung Chun-ying, de 57 anos, foi declarado como o novo chefe do executivo do território semiautônomo depois de assegurar 689 votos dos 1.200 eleitores do comitê de líderes empresariais, a maioria leal ao governo de Pequim. Inicialmente, Leung não era considerado o favorito, mas ganhou o apoio dos líderes comunistas chineses, que abandonaram sua primeira escolha de candidato, Henry Tang, que era extremamente impopular.

AE/AP, Agência Estado

25 Março 2012 | 09h35

Os 7,1 milhões de residentes de Hong Kong, que não puderam votar, fizeram uma eleição informal paralela para mostrar seu descontentamento em relação à escolha antidemocrática na qual os dois principais candidatos são figuras carimbadas do estabelecimento político aceitável a Pequim. Cerca de 55% dos 222.990 votos dessa eleição informal foram em branco numa pesquisa eleitoral conduzida pela Universidade de Hong Kong, de acordo com relatos da imprensa local.

Leung, um pesquisador do mercado imobiliário conhecido pelo apelido C.Y., curvou-se três vezes para os membros do comitê de eleição depois que sua vitória foi anunciada. Tang recebeu 285 votos. O candidato pró-democracia Albert Ho, que não tinha nenhuma chance de vitória, ganhou 76 votos. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
China Hong Kong política

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.