Rebecca Blackwell/AP
Rebecca Blackwell/AP

Ellen Johnson Sirleaf é reeleita na Libéria em sufrágio contestado

Atual presidente recebeu mais de 90% dos votos; comparecimento às urnas foi de apenas 33%

Agência Estado

10 de novembro de 2011 | 17h48

MONRÓVIA - A primeira e única presidente de um país africano, Ellen Johnson Sirleaf, foi reeleita para o cargo nas eleições da Libéria com 90,2% dos votos, em um sufrágio boicotado pelo candidato opositor no segundo turno, Winston Tubman, que recebeu apenas 52.071 votos, ou 9,2% do total, informou a Comissão Nacional Eleitoral da Libéria nesta quinta-efira, 10. Sirleaf obteve 513.320 votos.

 

Na semana passada, Tubman convocou um boicote ao segundo turno das eleições. O comparecimento ao segundo turno foi baixo e ficou em 33% do eleitorado, muito menos que os 71% que votaram no primeiro turno. Foram feitas acusações de fraude contra Sirleaf e ocorreram episódios violentos com partidários de Tubman - a polícia teria matado 4 quando dispersou um protesto feito no comitê do candidato contra as eleições.

 

"Nós não aceitamos o resultado do segundo turno", disse hoje Tubman. "A comunidade internacional precisa saber que nós não estamos apenas provocando problemas. Nossa voz precisa ser ouvida", afirmou Tubman. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.