ELN liberta 27 pessoas que havia seqüestrado

Os 27 trabalhadores seqüestrados por guerrilheiros na segunda-feira no departamento (estado) colombiano de Arauca foram nesta quinta-feira entregues a uma comissão do governo. Os trabalhadores libertados prestam serviços a uma empresa que opera em Arauca, onde a Occidental Petroleum Company (OXY) explora o campo petrolífero de CaÏo Limón. O grupo rebelde Exército de Libertação Nacional (ELN) seqüestrou 101 trabalhadores na segunda, mas logo depois libertou 74 deles.Todos os reféns eram colombianos e prestavam serviços de segurança no campo de petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.