ELN liberta alemães reféns desde novembro

O Exército de Libertação Nacional (ELN), segundo maior grupo guerrilheiro da Colômbia, libertou ontem dois alemães mantidos reféns desde novembro, informou a Cruz Vermelha. Ambos seriam transferidos da selva para um aeroporto em Norte de Santander e entregues a representantes do governo alemão. O ELN disse inicialmente que considerava os cativos agentes de inteligência, pois nenhum deles sabia explicar o que estava fazendo em Catatumbo, próximo à fronteira com a Venezuela, onde foram capturados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.