ELN liberta refém holandês na Colômbia

Sequestrado foi entregue a uma delegação com membros da Cruz Vermelha e de funcionários da Igreja Católica

O Estado de S. Paulo

11 de fevereiro de 2015 | 20h55

BOGOTÁ - O grupo rebelde colombiano Exército de Libertação Nacional (ELN) libertou um cidadão holandês sequestrado em janeiro, disse nesta quarta-feira, 11, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, após intermediar a soltura do refém.

O refém, cujo sequestro não havia sido reportado, foi entregue a uma delegação com membros da Cruz Vermelha e de funcionários da Igreja Católica em uma área rural da Província Norte de Santander, onde as guerrilhas são ativas.

"Estamos gratos por contribuir para essa pessoa recuperar sua liberdade", disse em uma nota Christoph Harnisch, chefe da delegação colombiana da Cruz Vermelha.

O ELN, que tem cerca de 1,5 mil combatentes é o segundo maior grupo rebelde do país depois das Farc. Os insurgentes iniciaram conversas informais com o governo, mas ainda não se envolveram formalmente nas conversas de paz. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.