Reuters
Reuters

Elon Musk envia engenheiros de suas empresas para ajudar no resgate de grupo preso em caverna

Segundo o CEO, equipe discutiu a possibilidade de instalar um tubo de ar feito de material flexível para que crianças possam ser retiradas

O Estado de S.Paulo

06 Julho 2018 | 10h33

MAE SAI, TAILÂNDIA - O CEO da Tesla Motors e Space X, Elon Musk, disse que está enviando engenheiros de suas empresas à Tailândia para ajudar no resgate dos 12 meninos e seu treinador de futebol, presos em uma caverna no norte do país há 13 dias. Musk anunciou a decisão pelo Twitter nesta sexta-feira, 6, depois que um usuário da rede social pediu que ele ajudasse as equipes de resgate.

+ Mergulhador tailandês morre em operação de resgate dos 12 meninos

Musk disse que sua empresa Boring Co, que escava túneis para sistemas avançados de transporte, tem tecnologia avançada em radar de penetração no solo. Segundo ele, a equipe discutiu a possibilidade de que um túnel de ar, construído com tubos flexíveis, ser construído para possibilitar a passagem para fora da caverna.

+ Meninos tailandeses haviam visitado caverna várias vezes

Musk acrescentou que engenheiros da Boring Co e Space X precisam estar no local para avaliar as complexidades do resgate. Não houve um posicionamento imediato das autoridades tailandesas sobre suas declarações. / AP

Mais conteúdo sobre:
Elon Musk Tailândia [Ásia] caverna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.