Em 2 dias, dois egípcios ateiam fogo em si mesmos

Um homem ateou fogo ao seu próprio corpo hoje nas proximidades da sede do governo egípcio no Cairo, disse um funcionário do setor de segurança. É o segundo incidente do tipo no país em dois dias. O homem teve apenas ferimentos leves e foi levado para o hospital, segundo outro funcionário.

AE, Agência Estado

18 de janeiro de 2011 | 10h50

Ontem, um egípcio ateou fogo em si mesmo nas proximidades do Parlamento, aparentemente imitando a ação de um manifestante na Tunísia que levou à queda do governo de Zine El Abidine Ben Ali, após 23 anos de ditadura.

Tentativas de autoimolação similares ocorreram também na Mauritânia e na Argélia, onde cinco pessoas tentaram se matar. No caso mais recente, um homem desempregado de 36 anos ateou fogo ao seu corpo perto da fronteira entre a Tunísia e a região de El Oued, na Argélia, segundo jornais argelinos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoprotestosautoimolação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.