Em 2012, EUA devolverá para Seul o comando de seu exército

A Casa Presidencial da Coréia do Sul deu neste sábado as boas-vindas à decisão dos Estados Unidos de devolver a partir de 2012 às forças sul-coreanas o comando de seu próprio exército em tempos de guerra, informou a agência sul-coreana de notícias Yonhap.O acordo, fechado na madrugada deste sábado em Washington entre o ministro da Defesa sul-coreano, Kim Jang-soo, e o secretário de Defesa americano, Robert Gates, foi qualificado de "um importante ponto de partida" rumo a uma nova aliança para os próximos 50 anos.Os EUA têm o controle das forças sul-coreanas desde pouco depois do início da Guerra da Coréia (1950-1953).Coréia do Sul e do Norte continuam tecnicamente em guerra, mas o governo sul-coreano recuperou o controle de suas tropas em tempos de paz em 1994. O comando supremo é dos EUA apenas em caso de conflito armado.Os EUA pretendiam transferir o controle operacional das tropas em 2009. Mas a própria Coréia do Sul tinha sugerido adiar para 2012, por precisar de mais tempo para melhorar as condições da sua defesa.Com o novo acordo, o controle operacional das tropas serátransferido a Seul em 17 de abril de 2012, quando será dissolvido o comando das Forças Combinadas.Cerca de 30 mil militares dos EUA apóiam os 650 mil soldadossul-coreanos. O exército norte-coreano é estimado em 1,2 milhão de homens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.