Em áudio, Bin Laden exige retirada de tropas francesas e ameaça matar reféns

O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, fez novas ameaças ao governo do presidente da França, Nicolas Sarkozy, e condicionou a libertação de reféns franceses à retirada dos soldados do país do Afeganistão. Em um áudio divulgado ontem pela rede de TV Al-Jazira, Bin Laden advertiu Sarkozy, afirmando que suas posições podem "custar caro" à França. "A recusa do presidente Nicolas Sarkozy em remover suas tropas do Afeganistão é uma luz verde para matar os reféns franceses", disse Bin Laden em referência aos cinco franceses sequestrados em setembro no Níger pela Al-Qaeda do Magreb Islâmico.

, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2011 | 00h00

Em uma primeira reação oficial, a chancelaria da França disse que o governo Sarkozy está "determinado" a manter suas tropas no Afeganistão. "Estamos determinados a continuar nossa ação em favor do povo afegão, ao lado de nossos aliados", disse o porta-voz do ministério, Bernard Valero, antes de afirmar que autenticidade da gravação ainda estava sendo verificada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.