Em Berlim; Obama pede mais ajuda para o Afeganistão

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu a Europa mais tropas e fundos para derrotar o Taleban e a Al-Qaeda no Afeganistão. "A América não pode fazer isto sozinha", disse Obama em um discurso diante de dezenas de milhares de pessoas no Tiergarten, um parque não muito distante de onde situava-se o Muro de Berlim. "O povo afegão precisa de nossas tropas e de suas tropas (da Europa); nosso apoio e do seu apoio (da Europa) para derrotar o Taleban e a Al-Qaeda, para desenvolver sua economia e ajudá-los a reconstruir sua nação", acrescentou. "Temos muito em jogo para voltarmos atrás", acrescentou. Um dos objetivos do tour de Obama pelo mundo - ele viaja oficialmente na condição de senador - é reforçar suas credenciais em política externa em um momento no qual participa da campanha pela presidência dos EUA tendo como oponente o republicano John McCain. Berlim é a primeira escala da fase européia de um tour que já levou Obama ao Afeganistão, ao Iraque, a Israel e à Jordânia. Depois da Alemanha, o senador americano deverá visitar a França e a Grã-Bretanha. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.