Em caixões separados, siamesas recebem o último adeus

Centenas de pessoas deram um último adeus às gêmeas siamesas de 29 anos que morreram durante uma cirurgia de separação. Os corpos de Ladan e Laleh Bijani jaziam em caixões separados na Grande Mesquita de Teerã. Ambas serão enterradas amanhã cedo. Hoje pela manhã, um avião chegou a Teerã com os corpos de Ladan e Leleh. Em uma cerimônia usualmente reservada a autoridades, uma banda militar tocou música solene enquanto os caixões eram retirados do avião. Em prantos, amigos das irmãs e funcionários do governo observavam os ataúdes cobertos com flores brancas. A morte das gêmeas emocionou a sociedade iraniana. Milhares de pessoas pararam de trabalhar, e muitos choraram, quando a televisão estatal anunciou o falecimentos das jovens.

Agencia Estado,

10 Julho 2003 | 17h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.