Em conferência, Japão quer reunir doações ao Paquistão

Previsão é congregar representantes de ministérios de 20 países, entre eles Estados Unidos e Reino Unido

Efe,

24 de março de 2009 | 04h00

   

O Japão promove no dia 17 de abril uma conferência internacional para ajudar a luta contra o terrorismo e levar adiante uma reforma econômica no Paquistão, anunciou nesta terça-feira, 24, o Mistério de Relações Exteriores nipônico.

 

Segundo um comunicado oficial, o presidente paquistanês, Asif Ali Zadari, visitará o Japão motivado pela conferência, que é organizada com a colaboração do Banco Mundial (Bird).

 

A previsão é que a reunião abarque representantes a nível ministerial de cerca de 20 países, entre eles Estados Unidos e Reino Unido.

 

Na conferência, o Paquistão apresentará sua estratégia de reforma econômica e de luta contra o terrorismo, estabelecendo a ajuda necessária para enfrentar esses desafios.

 

No mesmo dia, horas antes da conferência, se organizará em Tóquio outro encontro também a nível ministerial do Grupo de Amigos do Paquistão, que será coordenado por membros do governo paquistanês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.