Em debate, Bayrou diz que não apoiará Ségolène no 2º turno

No debate deste sábado, 28, com participação da candidata do Partido Socialista à presidência da França, Ségolène Royal, o centrista François Bayrou, eliminado no primeiro turno das eleições, iniciou o debate assegurando que não manifestará apoio público a Royal, limitando-se a "discutir juntos para ver se é possível melhorar" a situação do país.Royal concentrava suas esperanças no debate político para atrair os votos de Bayroy, que terminou o primeiro turno em terceiro lugar com votação expressiva, para derrotar o conservador Nicolás Sarkozy na corrida pelo Palácio do Eliseu.O segundo turno das eleições, entre Royal e Sarkozy, está marcado para 6 de maio. Segundo cálculos de especialistas, Royal, que terminou o primeiro turno em segundo lugar, precisa atrair os votos de quase 7 milhões de eleitores de Bayrou para derrotar seu rival conservador.No debate deste sábado, tanto Royal quanto Bayrou insistiram que o confronto tradicional entre esquerda e direita não funciona mais nem solucionará os principais problemas da França, entre eles a economia em desaceleração, a convulsão social nas áreas habitadas majoritariamente por imigrantes e a diminuição da influência de Paris em assuntos internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.