Em editorial, 'NYT' critica posição do País sobre a Síria

Em editorial publicado ontem, o jornal americano The New York Times criticou a posição da diplomacia brasileira sobre os protestos pró-democracia na Síria. No texto, intitulado "Isolando Assad", o jornal critica a defesa que "protetores poderosos como Rússia, China, Brasil, Índia e África do Sul" têm feito do ditador sírio, Bashar Assad.

, O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2011 | 00h00

"A cumplicidade deles é vergonhosa", diz o editorial sobre a hesitação dos emergentes em apoiar uma resolução que imponha sanções econômicas ao regime. A diplomacia brasileira argumenta que uma resolução dessa natureza pode abrir caminho para uma intervenção militar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.