AP Photo/Evan Vucci
AP Photo/Evan Vucci

Na Casa Branca, Abbas diz que está comprometido a chegar a acordo que crie dois Estados

Donald Trump afirmou que fará ‘o que for necessário’ para alcançar um entendimento; líder da Autoridade Palestina destacou que Israel precisa acabar com a ocupação de seu território

O Estado de S.Paulo

03 Maio 2017 | 14h23

WASHINGTON - O líder da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse nesta quarta-feira, 3, em uma reunião com o presidente dos EUA, Donald Trump, que espera alcançar um acordo de paz com Israel "com base na ideia de dois Estados". Ele pediu um pacto "justo e compreensivo" e acredita que "estamos chegando a uma nova oportunidade, um novo horizonte".

Abbas afirmou que Israel precisa acabar com a ocupação de seu território. Ele também elogiou Trump por sua sabedoria e disse que os dois são "verdadeiros parceiros".

Trump destacou que está comprometido a trabalhar com israelenses e palestinos para alcançar um acordo de paz, mas não detalhou como pretende resolver o impasse entre os dois lados. “Isso (acordo) é algo que eu acredito francamente não ser tão difícil quanto as pessoas têm pensado ao longo dos anos”, destacou. “Mas precisamos que as duas partes estejam dispostas. Achamos que Israel está e você também. Se vocês dois estão dispostos, faremos um pacto.”

O presidente palestino foi recebido por Trump na Casa Branca. O republicano afirmou que fará “o que for necessário” para alcançar um acordo de paz, e acredita que “há uma chance muito, muito boa” de unir israelenses e palestinos. / REUTERS e ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.