Bandar Algaloud/Courtesy of Saudi Royal Court/Handout via REUTERS
Bandar Algaloud/Courtesy of Saudi Royal Court/Handout via REUTERS

Em entrevista, príncipe saudita compara aiatolá Khamenei a Hitler

Mohamed bin Salman também afirmou à emissora americana CBS que se o Irã desenvolver armas nucleares, a Arábia Saudita também o fará

O Estado de S.Paulo

15 Março 2018 | 10h53

WASHINGTON - O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohamed bin Salman, alertou em uma entrevista à emissora americana CBS que se o Irã desenvolver armas nucleares, seu país também o fará.

+ Príncipe saudita usa coerção para obter bilhões

+ Baixa do petróleo força sauditas a ampliar 'círculo de amigos'

"A Arábia Saudita não quer adquirir nenhuma bomba nuclear, mas sem dúvida, se o Irã desenvolver uma, nós também o faremos o mais rápido possível", afirmou ele, que comparou as ambições do líder supremo iraniano, Ali Khamenei, com as de Adolf Hitler.

+ Arábia Saudita fecha centro de detenção em hotel de luxo usado em operação contra corrupção

O príncipe saudita de 32 anos se referiu ao aiatolá como “o novo Hitler” em razão de seu desejo de expansão. Khamenei “quer criar seu próprio projeto no Oriente Médio da mesma forma que Hitler quis expandir seu poder na época”, afirmou na entrevista, cujos trechos foram divulgados nesta quinta-feira, 15, pela CBS. O segmento irá ao ar no domingo.

Relembre: Sauditas têm novo príncipe herdeiro

“Muitos países do mundo e da Europa não se deram conta do quão perigoso era Hitler até que aconteceu o que aconteceu. Não quero ver as mesmas coisas no Oriente Médio”, afirmou o príncipe, que se reunirá no dia 20 com o presidente americano, Donald Trump, na Casa Branca. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.