Em evento contra Malária, Bush dança em ritmo africano

A Casa Branca voltou suas atenções nesta quarta-feira, 25, para a prevenção da malária, principalmente na África. Durante o evento, o presidente americano, George W. Bush, aceitou dançar em ritmo africano, surpreendendo os convidados.A diversão de Bush, que também com a presença tímida da primeira-dama, Laura Bush, foi postada em sites como o YouTube na internet no Dia da Malária na África.Perto do fim do evento, o presidente tentou acompanhar os movimentos dos coreógrafos africanos e até arriscou tocar a percussão. "Neste dia especial, nós renovamos nosso compromisso em lutar universalmente contra a malária, principalmente na África", disse Bush. Mais de 1 milhão de pessoas morrem por ano por conta da Malária. A doença que é causada por mosquitos atinge principalmente crianças africanas que possuem menos de 5 anos."Enfrentar esta doença será o desafio e sua solução não requer um milagre", afirmou o presidente.Bush fez questão de lembrar os países que sofrem com esta doença. Em 2005, os Estados Unidos se responsabilizaram em combater a Malária por 5 anos e o governo liberou cerca de US$1,2 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.