Em fase terminal, Ronald Biggs é libertado da prisão

Ronald Biggs, um dos mais notórios criminosos da história recente da Grã-Bretanha, foi libertado hoje da prisão. No entanto, a família já havia dito que o fato não vai alterar a rotina dele. O participante do famoso assalto ao trem pagador provavelmente continuará onde está: na cama, gravemente doente. O secretário de Justiça da Grã-Bretanha, Jack Straw, anunciou que Biggs seria libertado por compaixão, já que está em fase terminal. Os agentes penitenciários que o vigiam no hospital deixarão seus postos assim que a burocracia estiver concluída.

AE-AP, Agencia Estado

07 de agosto de 2009 | 11h19

Biggs, que completará 80 anos amanhã, integrou a gangue que roubou o trem pagador em agosto de 1963, no que já foi chamado de "roubo do século". O assalto rendeu 2,6 milhões de libras - em valores atualizados, mais de US$ 50 milhões. Ele foi condenado a 30 anos, porém fugiu em 1965 para o Brasil. Em 2001, ele retornou voluntariamente à Grã-Bretanha e se entregou à polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.