Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Em gravação, Bin Laden lamenta a morte de al-Zarqawi

O líder da organização terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, emitiu pela Internet uma declaração lamentando a morte de Musab al-Zarqawi no início do mês, no Iraque, informou a rede de televisão CNN.Na gravação, de 19 minutos, Bin Laden fala enquanto aparecem imagens dele ao lado de al-Zarqawi. A autenticidade da mensagem foi confirmada por funcionários americanos. O portal de internet em que a gravação foi divulgada é o mesmo que havia anunciado a expectativa por uma declaração do líder da Al-Qaeda.A rede de televisão americana informou que uma tradução preliminar revela que Al-Qaeda chama al-Zarqawi de "herói" e ameaça realizar represálias.Na mensagem, Bin Laden exigiu que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, entregasse o corpo de al-Zarqawi a sua família para ser enterrado.Al-Zarqawi morreu em 7 de junho, durante um ataque das forças americanas no norte de Bagdá."Nossa nação islâmica foi surpreendida ao saber que seu cavalheiro, o leão da guerra santa (jihad), o homem de decisão e vontade, Abu Musab al-Zarqawi, morreu num vergonhoso ataque americano", afirma Bin Laden na mensagem.Bin Laden também mencionou na mensagem o rei da Jordânia Abdala II, a quem descreveu como "o representante (de Bush) na Jordânia". No último dia 23, o número dois da Al-Qaeda, o egípcio Ayman al Zawahiri, se comprometeu em um vídeo a vingar a morte de al-Zarqawi, a quem qualificou de "grande mártir". O vídeo foi divulgado pelo canal de televisão Al Yazira.Este texto foi atualizado às 14h08.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.