Em gravação, Saddam pede resistência ainda mais dura

Uma gravação de áudio supostamente com a voz de Saddam Hussein disse aos iraquianos neste domingo que os EUA e seus aliados julgaram errado as dificuldades de ocupar o Iraque e que os iraquianos se rebelarão contra essas "más intenções".A gravação foi transmitida pela estação de TV árabe Al-Arabiya, uma das mais vistas no Iraque e no Oriente Médio. A mensagem transmitida ainda conclama os árabes à uma guerra santa ainda mais dura contra os invasores. "Os agressores não têm escolha senão deixar nossa nação".Aparentemente se referindo ao novo plano norte-americano de acelerar a transferência de poder no Iraque, a mensagem gravada diz que atacar "agentes trazidos pelos exércitos estrangeiros" é mais importante do que atacar os próprios exércitos. A frase soa como um chamado aos seus seguidores para atacar iraquianos que trabalham para as forças de coalizão.O editor de notícias da TV Al-Arabiya informou que a gravação foi entregue à estação por telefone poucos minutos antes de ser transmitida. Um pessoa ligou para a estação neste domingo e tocou a fita, que tem 15 minutos de duração. "Nós não sabemos nem se a ligação foi feita de Bagdá ou de algum outro lugar", disse o editor, falando sob a condição de anonimato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.