Em meio à crise, presidente português discursa amanhã

O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, deve fazer um pronunciamento à nação neste domingo, após o Partido Socialista (PS) abandonar as negociações com o Partido Social Democrata (PSD), e assim impossibilitar o "pacto de salvação nacional" proposto pelo chefe de Estado. O discurso está programado para 16h30 (de Brasília).

Agência Estado

20 de julho de 2013 | 18h21

Cavaco Silva tem basicamente duas opções: deixar que a coalizão liderada pelo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, do PSD, continue no poder, embora esteja enfraquecida; ou convocar novas eleições. Quando propôs seu "pacto de salvação nacional", dez dias atrás, o presidente afirmou que novas eleições criariam muita instabilidade e afetariam a economia do país.

Embora o PS tenha solicitado o resgate internacional para Portugal, em 2011, quando estava no poder, o partido acusa o PSD de implementar cegamente duras medidas de austeridade, aprofundando assim a recessão no país. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Portugalcrisepresidentepronunciamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.