Evgeni Maloletka / AP
Evgeni Maloletka / AP

Em meio a ofensiva no leste, Ucrânia fecha aeroporto de Donetsk

Kiev tenta retomar cidades ocupadas por milícias; Moscou amplia presença na Crimeia

O Estado de S. Paulo,

06 Maio 2014 | 03h49

(Atualizada às 8h41) KIEV - O governo interino da Ucrânia determinou nesta terça-feira, 6, o fechamento do Aeroporto de Donetsk, em meio a uma ofensiva para retomar o controle de cidades de etnia russa do leste do país controladas por milícias pró-Moscou. O terminal suspendeu as operações de pousos e decolagens a mando do Executivo ucraniano. Em Moscou, o ministro da Defesa Sergei Shoigu prometeu aumentar a presença militar na Península da Crimeia, no sul da Ucrânia.

Em comunicado, o aeroporto disse que a decisão segue uma ordem do governo, embora Kiev não tenha fornecido nenhuma informação adicional. A porta-voz do aeroporto declarou não ter nenhuma informação sobre quanto tempo irá durar o fechamento.

Na segunda-feira, trocas de tiros mataram ao menos quatro funcionários do governo ucraniano, bem como outras oito pessoas, envolvendo civis e militantes pró-Rússia.

O Exército ucraniano tenta retomar o controle do leste do país, onde as forças favoráveis à Rússia invadiram prédios do governo e estações de polícia em ao menos uma dúzia de cidades.

Reforço. A Rússia reforçará este ano sua frota do Mar Negro com mais submarinos e navios de guerra, disse nesta terça-feira o ministro da Defesa, Sergei Shoigu.

Novas unidades de infantaria e defesa também serão enviadas para as bases da frota, que incluem a cidade de Sebastopol, na Crimeia, anexada pela Rússia em março.

"Novos submarinos vão se unir à frota do Mar Negro, bem como uma nova geração de navios de superfície, este ano. Tudo isso requer muita atenção nossa", declarou Shoigu, segundo a agência russa Interfax. / AP e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Ucrânia Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.