Em meio às negociações de trégua, 2 ativistas do Hamas são mortos em Gaza

Soldados israelenses mataram nesta quarta-feira a tiros dois atacantes do Hamas na Faixa de Gaza e a polícia de Israel disse ter evitado um atentado com explosivos em Jerusalém, enquanto as partesesperam a resposta do grupo militante islâmico sobre uma trégua com o Estado judeu.O Hamas disse que dois de seus membros dispararam um míssil antitanque contra un veículo militar israelense no norte de Gaza. O incidente provocou um confronto em que morreram dois atacantes palestinos. Um soldado israelense ficou ferido, disseram os militares.O confronto ocurreu na zona de Beit Hanoun, controlada pelas forças israelenses para evitar que os palestinos disparem foguetes de fabricação caseira contra a aldeia israelense de Sderot, do outro lado da cerca que a rodeia.Enquanto isso, o primeiro-ministro palestino Mahmoud Abbas e vários funcionários egípcios tentam persuadir o Hamas e outros grupos violentos a cessarem os ataques contra os israelenses, pelo menos temporariamente.Há indícios de que o acordo está prestes a ser anunciado, embora se diga que o Hamas estabelecerá condições que Israel não aceitará - especialmente diante dos temores israelenses de que a trégua possa ser usada pelos extremistas para reagrupar-se e lançar em seguida mais ataques.Um líder dos grupos extremistas, que falou sob a condição de anonimato, disse que eles querem que Israel liberte a milhares de prisioneiros palestinos capturados durante los 33 meses de luta.Tem-se como certo que Israel, cujas forças continuam dando regularmente bsucas na Cisjordânia, não aceitará tal exigência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.