Em missa no Madison Square Garden, papa reflete sobre as grandes cidades

Em sua missa no Madison Square Garden, o papa Francisco elogiou as grande cidades por sua diversidade e cultura, mas alertou que elas também podem fazer as pessoas sentirem-se como não pertencentes ao ambiente, as excluindo e as tratando como cidadãos de segunda classe.

Estadão Conteúdo

25 Setembro 2015 | 23h01

Francisco enfatizou um ponto que trouxe em diversos momentos durante sua viagem aos Estados Unidos: a necessidade de receber estrangeiros e pessoas marginalizadas.

Em seu sermão, ele também citou "crianças que não vão à escola, aqueles que são privados de seguro de saúde, os sem-teto e os idosos esquecidos".

Ele disse que Deus "nos livra do anonimato, de uma vida vazia e egoísta". Ele também disse que "Deus vive em nossas cidades", assim como a Igreja.

A Missa para 18 mil pessoas é o evento final de sua visita em Nova York. O papa viaja para a Filadélfia no sábado de manhã. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Estados Unidos Papa Visita Missa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.