EFE/CRISTIAN HERNANDEZ
EFE/CRISTIAN HERNANDEZ

Em nota, Brasil condena agressões a parlamentares em Caracas

Texto do Ministério das Relações Exteriores acrescenta que outros manifestantes, incluindo menores, foram golpeados com violência

Lu Aiko Otta / Brasília, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2017 | 17h40

O governo brasileiro condenou, em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, as agressões da Guarda Nacional Bolivariana contra os parlamentares Juan Requesens e Miguel Pizarro, durante manifestações pacíficas em Caracas realizadas no último domingo. A nota acrescenta que outros manifestantes, incluindo menores, foram golpeados com violência.

 “O Brasil condena a escalada da repressão na Venezuela e faz apelo ao governo daquele país para que respeite a Constituição de 1999 e deixe de cercear liberdades civis e políticas”, diz a nota. “Solução definitiva para a crise por que passa o país vizinho somente resultará da observância estrita aos princípios do Estado Democrático de Direito.”


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.