REUTERS/Rafael Marchante
REUTERS/Rafael Marchante

Em Portugal, sobe para 1.280 número de infectados por coronavírus

País europeu registrou 12 falecidos pela covid-19; pico de máxima gravidade deve ser 14 de abril

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2020 | 10h36

LISBOA - Os contágios pelo novo coronavírus em Portugal subiram para 1.280, e o número de falecidos chegou a 12, segundo os últimos dados do governo, que espera alcançar o pico de máxima gravidade no dia 14 de abril. O número de infectados no país europeu dobrou nas últimas 24 horas. 

Pelo menos 3% dos enfermeiros estão "em estado crítico" e a taxa de mortalidade está em 0,9%, informou a ministra da Saúde portuguesa, Marta Temido. A partir da semana que vem, Portugal vai adotar uma nova abordagem com os pacientes, na qual as pessoas em estado menos grave possam permanecer em casa, com tratamento à distância. 

A ministra também lançou um alerta aos jovens. "Precisamos entender que ninguém está imune, ainda que em algumas faixas etárias a doença seja relativamente inócua, por isso todos devemos tomar cuidado", disse. 

Portugal encontra-se em estado de emergência há mais de 15 dias, com possibilidade de renovação. Por enquanto, só são obrigados ao confinamento as pessoas que estão infectadas e as que têm suspeita de terem sido contagiadas com o novo coronavírus. Aos maiores de 70 anos, é recomendado sair apenas em casos imprescindíveis. 

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Alguns estabelecimentos comerciais foram fechados, mas seguem abertas empresas do ramo da alimentação e da saúde. Embora não seja um modelo tão restritivo quanto o da Itália e da Espanha, os portugueses têm seguido o conselho de ficar em casa e o país tem ruas bem mais vazias. /EFE 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.