Em posse dos iraquianos, Saddam poderá morrer no sábado

Autoridades dos Estados Unidos transferiram a custódia do ex-presidente Saddam Hussein a autoridades iraquianas, disse à Reuters nesta sexta-feira, 29, o chefe da defesa do ex-presidente. Segundo a agência de notícias Associated Press, o ex-ditador será executado entre esta sexta-feira e sábado."O lado norte-americano nos informou que transferiram o presidente a autoridades iraquianas", disse Khalil al-Dulaimi, chefe da equipe de defesa de Saddam.ExecuçãoSegundo o juiz iraquiano Munir Haddad, ouvido pela agência de notícias Associated Press, "Saddam será executado hoje (sexta) ou amanhã". Haddad, responsável pela sentença de morte ao ex-ditador, acrescentou que "todas as medidas foram providenciadas" para a execução. "Estou pronto (para a execução) e não vejo motivo para adiamentos", finalizou.Já a agência de notícias Reuters afirma, citando uma autoridade do alto escalão do governo iraquiano, que o ex-ditador deverá ser enforcado ainda nesta sexta-feira."As coisas mudaram nas últimas três horas. Houve algumas questões (...) e agora que foram resolvidas parece que é possível que ele seja enforcado esta noite", disse a fonte, após um dia repleto de especulações.No entanto, o início das festividades do Eid al-Adha no sábado levantou a possibilidade de um atraso até o final do feriado. "Não está certo", completou a fonte, cujo nome não fora revelado.Matéria ampliada às 16h07

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.