Tannen Maury/Efe
Tannen Maury/Efe

'Em primárias, o importante é vencer, por qualquer diferença', diz analista

Segundo o conservador Michael Barone, Romney tem vantagem, mas concorrentes ainda têm chances

Denise Chrispim Marin, correspondente

04 de janeiro de 2012 | 21h45

WASHINGTON - A primária republicana de Iowa consolidou o ex-senador Rick Santorum como alternativa a Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts e favorito do establishment do partido para a disputa pela Casa Branca em 2012. Segundo Michael Barone, analista político conservador, a vitória de Romney por apenas oito votos não diminui o resultado. Nas primárias, importa apenas vencer. O candidato está na liderança disparada nas pesquisas de opinião da próxima etapa, no dia 10, em New Hampshire. A seguir, Barone avalia o resultado de Iowa.

 

Veja também:

lista Eleições nos EUA: as principais datas

 

Estado: O que significa vencer por só oito votos a primária de Iowa?

 

Michael Barone: Mitt Romney teve um resultado equivalente ao de 2008, quando ficou em segundo lugar, com 25,1% dos votos. Desta vez, saiu-se vitorioso com 24,6% dos votos em Iowa, mesmo sem ter se esforçado muito. Ele começou a se dedicar a esta campanha há menos de um mês, quando seus concorrentes já estavam no terreno. Iowa deixou dois dados interessantes sobre o segundo colocado, Rick Santorum: ele se consolidou como uma alternativa a Romney e atraiu os cristãos mais conservadores.

 

Estado: Vencer por uma diferença mínima em Iowa, Estado com população pequena e de perfil agrícola, é algo significativo?

 

Michael Barone: Nas primárias, vencer é bom. Iowa não é insignificante. Tem baixo desemprego e uma concentração urbana importante ao redor da capital, Des Moines. Vencer em Iowa não chega a determinar o candidato republicano à presidência, como geralmente acontece no Partido Democrata. Romney e seus concorrentes terão ainda testes difíceis pela frente. Depois de New Hampshire, haverá a Carolina do Sul e a Flórida, um Estado gigante.

 

Estado: O que o resultado em Iowa aponta para a primária de New Hampshire, na terça-feira?

 

Michael Barone: Romney tem, segundo as pesquisas de opinião, 40% das intenções de votos em New Hampshire. Nenhum candidato republicano à presidência jamais conseguiu vencer ambas primárias, de Iowa e de New Hampshire. Se Romney conseguir, será um feito. Mas ele tem ainda quatro concorrentes fortes. O deputado federal Ron Paul saiu-se muito bem em Iowa, em terceiro lugar; o ex-presidente da Câmara Newt Gingrich deve obter melhor resultado em New Hampshire, onde conta com o apoio dos conservadores locais. Rick Santorum também é apoiado nesse Estado. A questão é saber se Romney manterá, até o dia 10, os seus 40% dos votos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.