Em reduto opositor, procurador-geral renuncia ao cargo e apoia dissidentes

O procurador-geral da cidade de Hama, Adnan Bakkour (foto), anunciou ontem, em mensagem de vídeo no YouTube, a sua renúncia, rompendo com o governo sírio e aderindo à oposição. "Renuncio em protesto às práticas selvagens do regime contra manifestantes pacíficos", disse Bakkour no vídeo e divulgado por ativistas da oposição. Caso seja confirmada, será uma das mais importantes deserções desde o início dos protestos e um sinal de enfraquecimento do presidente sírio, Bashar Assad. Segundo versão do governo, publicada na agência de notícias estatal Sana, as imagens de Bakkour "dizendo mentiras" são "fabricações de grupos terroristas armados que o sequestraram há três dias".

, O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.