Em reviravolta, EUA anunciam morte de 11 mineiros

Em uma reviravolta, as equipes de resgate que tentavam salvar 12 mineiros presos nos Estados Unidos anunciaram que apenas um deles sobreviveu ao acidente, mas está em estado grave. Durante a madrugada desta quarta-feira, autoridades envolvidas no resgate dos mineiros anunciaram que os homens haviam sido encontrados com vida ? o que significaria que apenas um dos mineiros teria morrido no acidente. Inicialmente, 13 homens ficaram presos e um corpo já havia sido encontrado. No entanto, algumas horas depois da notícia do resgate bem-sucedido, um diretor da International Coal Group disse que a primeira informação era fruto de uma falha de comunicação e que outros 11 trabalhadores também foram encontrados mortos.Perplexidade Os parentes foram surpreendidos pelas novas informações quando comemoravam em igrejas da área a notícia de que seus entes estavam vivos. A confusão criou revolta entre as famílias, que acusam as autoridades locais de os terem ?traído?. "Todo mundo ficou perplexo", disse Sam Lands, cunhado de Martin Bennet, um dos mineiros presos.Tentativas de resgate indicavam que os mineiros se encontravam em um bolsão com ar dentro da mina. Ben Hatfield, presidente da International Coal Group, disse que achava que os homens tinham sobrevivido a uma explosão na mina e estavam em uma área segura.Acredita-se agora que eles inalaram gases tóxicos. O sobrevivente, Randal McCloy Junior, de 26 anos, foi hospitalizado em estado crítico.A International Coal Group diz que ainda não sabe explicar o que causou a explosão nem deu detalhes sobre o equívoco nas informações iniciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.