J. Scott Applewhite|Reuters
J. Scott Applewhite|Reuters

Em site da Casa Branca, Trump diz que quer criar 25 milhões de empregos

Novo presidente americano também prometeu crescimento do PIB a 4% ao ano

O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2017 | 16h34

O site da Casa Branca já apresenta um resumo das principais propostas de Donald Trump para o seu mandato. A página aponta que Trump pretende criar 25 milhões de empregos em um período de 10 anos e estimular a economia para voltar a um ritmo de crescimento de 4% ao ano.

"O plano começa com uma reforma fiscal pró-crescimento para ajudar os trabalhadores e as empresas americanas a manterem mais de seus dólares suados, reduzirá as taxas para os americanos em todos os escalões de impostos, simplificará o código tributário e reduzirá a alíquota do imposto corporativo dos Estados Unidos, que é uma das mais altas do mundo", afirma o texto. "Fixar um código tributário hoje desatualizado, excessivamente complexo e muito oneroso vai destravar a economia dos Estados Unidos, criando milhões de novos empregos e impulsionando o crescimento econômico", continua.

O site diz ainda que "a paz através da força estará no centro da política externa". "Este princípio tornará possível um mundo estável, mais pacífico, com menos conflito e mais terreno comum", afirma. O texto também aponta que derrotar o Estado Islâmico e outros grupos terroristas islâmicos radicais serão a prioridade do governo. "Para derrotar e destruir estes grupos, vamos buscar parcerias agressivas e operações militares de coalizão quando necessário". Além disso, a administração Trump promete trabalhar com parceiros internacionais para cortar o financiamento de grupos terroristas, expandir o compartilhamento de informações e participar na guerra cibernética para interromper e desativar a propaganda e o recrutamento.

O site da Casa Branca também apresenta resumos para propostas sobre a utilização de recursos de energia, acordos comerciais com outros países, medidas para fortalecer a aplicação da lei e fortalecimento do setor militar.

Além disso, um perfil de Trump foi publicado na página da Casa Branca. Nele, o presidente é descrito como "a própria definição da história de sucesso americana". "Ao longo de sua vida, ele sempre definiu os padrões de excelência empresarial, especialmente com seus interesses no setor imobiliário, esportes e entretenimento. Da mesma forma, sua entrada na política e serviço público resultou na vitória presidencial em, milagrosamente, sua primeira tentativa de chegar ao cargo", diz o texto. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.