Em tributo às vítimas do MH17, Obama promete 'justiça'

Presidente norte-americano se comprometeu a apoiar as investigações internacionais da tragédia

AE, Agência Estado

23 Julho 2014 | 02h05

O presidente dos EUA, Barack Obama, participou de um tributo na embaixada da Holanda em homenagem aos cerca de 200 cidadãos do país que morreram na queda do voo MH17 na Ucrânia.

"Vinculados pela amizade que nós temos com o povo holandês, não iremos descansar até que tenhamos certeza de que a justiça foi feita", escreveu Obama no livro de condolências.

No local, o presidente dos EUA fez uma ligação para o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, e se comprometeu em apoiar as investigações internacionais da tragédia.

A Holanda foi o país que mais teve vítimas na queda do MH17. Dos 298 passageiros e tripulantes mortos, 193 eram holandeses. O voo partiu de Amsterdã. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
EUA Holanda MH17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.