ANDREI NETTO/ESTADAO
ANDREI NETTO/ESTADAO

Em uma noite, terminal em Calais tem 400 tentativas de invasão

Por conta do forte fluxo migratório, polícia fechou o tráfego no túnel do Canal da Mancha por cinco horas, das 21h30 às 2h30

AFP

02 de agosto de 2015 | 11h52

Cerca de 400 tentativas de invasão no terminal do Eurotúnel de Calais, no norte da França, levou as autoridades locais a bloquearem o tráfego no túnel do Canal da Mancha por cinco horas na noite deste sábado, 1º de agosto, segundo informações de policiais. 

O túnel sob o Canal da Mancha, administrado pelo grupo Eurotunnel, se tornou o principal caminho de migrantes ilegais para tentar chegar ao Reino Unido, local considerado bom para os imigrantes que buscam trabalho ou que fogem de uma guerra.

 

Segundo mostrou a reportagem do Estado, para os imigrantes a Grã-Bretanha é um oásis onde, acreditam, encontrarão empregos, moradias e liberdade. “Na Inglaterra respeitam nossos direitos. Podemos viver, completar os estudos e trazer nossas famílias”, diz o advogado sírio de origem curda William Ali. 

Segundo a agência de notícias AFP, um policial relatou que os imigrantes conseguiram passar por algumas barreiras e depois foram detidos pela polícia. O túnel ficou fechado das 21h30 às 2h30 no horário local (18h30 às 23h30, no horário de Brasília). 

Na manhã deste domingo, o terminal de embarque Folkestone registrava atrasos de meia hora. No lado francês, os embarques estavam dentro do horário programado.


Tudo o que sabemos sobre:
CalaisFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.