Em vídeo, Lula apoia candidatura de Nicolás Maduro

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva gravou um vídeo em que manifesta apoio à candidatura do chavista Nicolás Maduro à presidência da Venezuela. As imagens foram divulgadas na noite de ontem (01) pelo site Opera Mundi. Em sua fala, o petista reforça a ligação entre Hugo Chávez, morto em 5 março, e o presidente interino venezuelano.

AE, Agência Estado

02 de abril de 2013 | 00h34

"Nos oito anos em que fui presidente do Brasil, tive a oportunidade de conviver com Nicolás Maduro, que era ministro das Relações Exteriores da Venezuela. Maduro se destacou brilhantemente na luta para projetar a Venezuela no mundo e na construção de uma América Latina mais democrática e solidária", afirma o brasileiro no vídeo de quase dois minutos.

De acordo com Lula, o chavista "teve um papel decisivo na formação da Unasul e da Celac". "E sempre foi visível sua profunda afinidade com nosso querido e saudoso amigo Hugo Chávez", diz o ex-presidente sobre o sucessor político do líder bolivariano.

"Os dois compartilhavam essas mesmas ideias sobre o destino de nosso continente e os grandes problemas mundiais. Mais do que isso, Chávez e Maduro tinham as mesmas concepções em relação aos desafios que a Venezuela tinha pela frente, em defesa dos mais pobres", diz Lula, afirmando que "a grande obra de Chávez foi transformar a Venezuela em um país mais justo".

Uma outra versão da fala do ex-presidente, com pouco mais de 30 segundos, editada e com trilha sonora, também foi divulgada pelo Opera Mundi. "Minhas amigas e meus amigos. Fui grande amigo de Chávez e lutamos juntos em favor dos povos oprimidos da América Latina. Nessa luta, conheci Nicolás Maduro, que me surpreendeu desde o primeiro momento, por sua competência, o amor por seu povo e, principalmente, a grande afinidade de pensamento com o presidente Chávez - em especial, na defesa dos mais pobres", afirma Lula.

"Não quero interferir em um assunto interno da Venezuela, mas não posso deixar de dar aqui meu testemunho sincero. Maduro presidente, é a Venezuela que Chávez sonhou", conclui o brasileiro.

Pesquisa

Uma sondagem do instituto Hinterlaces divulgada ontem indica uma vantagem de 20 pontos porcentuais para Maduro em relação ao opositor Henrique Capriles nas eleições marcadas para o dia 14. Segundo a pesquisa, o chavista tem 55% da preferência do eleitorado venezuelano. Seu rival aparece com 35 % na projeção.

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELALULA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.